Requisitos essenciais para ser um bom teletrabalhador

O teletrabalho é uma forma de trabalho que pode ser exercida à distância de forma autónoma, e que faz uso de ferramentas telecomunicacionais e de informação que asseguram um contacto directo entre o teletrabalhador e o empregador.

No entanto, nem todos os trabalhadores da empresa estão habilitados a serem bons teletrabalhadores quando a oportunidade se lhes apresenta. A escolha dos candidatos ideais deve por isso preencher determinados requisitos essenciais. Pessoas pouco motivadas, por exemplo, necessitam da disciplina de um horário fixo e de uma supervisão presencial, enquanto para outras, trabalhar na empresa é uma parte importante das suas vidas e das suas relações sociais.

Quer seja numa empresa pequena ou de maiores dimensões, o teletrabalho, quando bem desempenhado, traz inúmeras vantagens. Por isso, tornou-se fundamental para os recursos humanos de qualquer empresa determinar quais os colaboradores mais vocacionados para este regime de trabalho.

Neste artigo mostramos quais são os requisitos essenciais para escolher um teletrabalhador eficiente.

Disciplina

Para trabalhar eficientemente em regime de teletrabalho, mostrando produtividade e resultados no prazo previsto, é preciso manter um elevado grau de disciplina. Um teletrabalhador que se distrai facilmente, quer seja com a TV, a família ou passeatas pela casa, não será certamente a escolha mais indicada para desempenhar este tipo de funções. É necessário estabelecer horários e prazos de trabalho entre a empresa e o teletrabalhador para combater distrações e motivar o trabalhador a alcançar e cumprir objetivos.

Comunicação

Uma boa comunicação entre a empresa e o teletrabalhador é essencial, tanto para manter o empregador informado do progresso da tarefa em desenvolvimento, como para o teletrabalhador se sentir totalmente integrado no projeto. O mesmo acontece com clientes. Um teletrabalhador eficiente tem de saber responder a e-mails e dúvidas de clientes o mais rapidamente possível.

Organização

Para conseguir cumprir prazos e tarefas pré estabelecidas é necessário que o teletrabalhador tenha uma boa capacidade de organização. Manter ficheiros actualizados acerca do progresso realizado nas tarefas é fundamental, caso a empresa pretenda fazer um ponto de situação do projeto em desenvolvimento. Um teletrabalhador com boa capacidade de organização consegue enviar rapidamente toda a informação pedida pela empresa, assim que esta é requisitada.

Gestão de tempo

Ao contrário de um local de trabalho normal, trabalhar em regime de teletrabalho implica que não existe supervisão constante e direta. O teletrabalhador precisa por isso de saber gerir bem o tempo, efectuando um planeamento cuidado de cada tarefa inerente ao projeto que está a desenvolver. Torna-se ainda fundamental estabelecer prioridades e criar um prazo específico para levar a cabo reuniões com a empresa e com os próprios clientes.

Conhecimentos de informática

O teletrabalhador precisa de ter os conhecimentos de informática mínimos para conseguir levar a cabo as suas tarefas. Saber trabalhar com Microsoft Office, concretamente Word, Excel e Powerpoint, e usar a Internet e e-mail é crucial para qualquer teletrabalhador, de forma a  conseguir poupar tempo em caso de ser preciso solucionar algum problema. Sem o conhecimento básico de como funcionam estas importantes ferramentas de trabalho, pode tornar-se impossível desenvolver o teletrabalho da forma mais eficaz.


Deixe a sua resposta