Recrutamento: entrevistas eficazes

Ao entrevistar potenciais colaboradores para a sua empresa é fundamental que siga alguns critérios importantes, de forma a tornar a entrevista o mais produtiva possível, tanto para si como para o candidato a emprego.

Em primeiro lugar, existem algumas questões que não deverá colocar, tanto por uma questão ética como por uma questão legal. Perguntas relativas a religião, estado civil, orientação sexual, etc, devem ser evitadas e em nada contribuem para realmente avaliar as competências do candidato. Por outro lado, é fundamental que a empresa crie estratégias para tornar as entrevistas eficazes, através de perguntas relevantes, inteligentes e, por vezes até, inesperadas para os candidatos.

Estabeleça o tempo adequado para cada entrevista e saiba exactamente quando e como as deve terminar. Há dezenas de perguntas que poderá fazer, dependendo do tipo de cargo a ser preenchido e do estilo e necessidades pessoais do entrevistador.

 

Seguem-se algumas questões e dicas para conseguir levar a cabo entrevistas eficazes, de modo a encontrar os melhores colaboradores para a empresa.

  • Durante a entrevista, dedique mais tempo a perguntas que revelem a inteligência, pensamento crítico e atitude do candidato a emprego, e menos tempo à sua experiência em funções semelhantes. Por vezes, torna-se mais valioso para a empresa contratar um candidato entusiasta e com a atitude certa, mas que infelizmente ainda não possui tanta experiência como outros candidatos, do que um candidato carrancudo e pouco motivado, que acaba no final por influenciar negativamente os restantes colaboradores da organização.
  • Evite “interrogatórios”. Um candidato que se sinta à vontade na entrevista vai-se mostrar mais espontâneo e responder de forma mais honesta às perguntas que lhe forem colocadas. Um ambiente de entrevista agradável vai também permitir ao entrevistador ter uma melhor ideia de como o candidato se irá comportar num ambiente de trabalho do dia-a-dia.
  • Se o candidato ainda estiver empregado, tente averiguar as razões que o levam a mudar de emprego. Caso a sua resposta se incline para dizer mal do empregador actual ou passado, pense duas vezes antes de o contratar. Este tipo de respostas pode mostrar alguma falta de carácter.
  • Seja direto. Cada entrevista tem um tempo pré-estabelecido e a forma mais rápida e eficiente de obter as informações que precisa é evitar rodeios. Quando o recrutador pergunta a todos os candidatos a mesma pergunta, consegue facilmente comparar resultados e traçar o perfil do candidato mais adequado a exercer a função. Isto não significa que não pode colocar algumas questões de resposta aberta para obter informações mais específicas acerca de cada candidato, mas limite-se ao plano de entrevista e mantenha-se focado.
  • Tente compreender quais são os pontos fracos, fortes e motivações do candidato a emprego. Aborde este tema sem perguntas diretas, pois as respostas a este tipo de perguntas são frequentemente ensaiadas pelos candidatos. Em alternativa tente averiguar estes fatores ao longo de toda a entrevista, através de perguntas que relacionem os seus pontos fracos e fortes com o cargo a que se candidata e a forma como o vão ajudar a superar tarefas exigidas pela função e pela empresa.

Deixe a sua resposta