Porque a motivação é importante?

Os funcionários de uma empresa são um dos principais fatores para o seu sucesso, por isso encontrar maneiras de torná-los mais motivados com o seu trabalho vai traduzir-se numa melhoria significativa do desempenho do negócio. Mas para conseguir aumentar esta motivação é preciso primeiro compreendê-la e reconhecer o que esta pode fazer pela produtividade e sucesso da empresa.

Hoje em dia, muitos gestores já começam a estar conscientes dos efeitos que a motivação pode ter nos seus negócios. Por essa razão torna-se fundamental aprender e compreender os fatores que determinam a motivação positiva no trabalho, de forma a aumentar a própria  produtividade da empresa. Lembre-se que a dimensão do negócio é irrelevante. O importante é que a empresa consiga retirar o máximo do esforço de cada funcionário e isto apenas é possível num ambiente em que exista forte motivação.

Esta é abordada de forma diferente mediante cada empresa, sendo que a responsabilidade da sua integração fica a cargo, muitas vezes, dos supervisores destas. No entanto, é o proprietário que deve dar início aos planos de motivação como uma estratégia para atingir as suas metas corporativas.

 

 

Mas o que é a motivação?

A motivação é a força que nos faz fazer as coisas: esta ocorre em resultado das nossas necessidades individuais serem satisfeitas, de modo a termos inspiração para completar a tarefa que temos em mãos. Estas necessidades individuais diferem de pessoa para pessoa, uma vez que todos nós temos diferentes motivações também. Dependendo do quanto nos sentimos motivados, mais ou menos nos esforçamos nas nossas tarefas diárias e também a nossa produtividade é afetada.

Um dos maiores erros que a maioria das empresas comete é julgar que a única motivação dos seus melhores funcionários reside nos seus avultados salários. Embora este fator seja um meio de motivação bastante eficaz para alguns dos colaboradores, a verdade é que para outros pode ter muito pouca ou nenhuma relevância no aumento da sua produtividade. Em alguns casos o reconhecimento e alguns benefícios não monetários constituem um fator bem mais motivante que o próprio dinheiro.

A importância da motivação

A motivação pode ter um papel determinante no aumento ou diminuição, tanto da qualidade como quantidade, dos produtos e serviços oferecidos pela empresa. Podemos dar um exemplo: o seu negócio depende fortemente da eficiência da sua equipa de produção para se certificar de que os produtos são fabricados em números que atendam ao encomendado para esse dia, semana, mês ou até ano. Se estes funcionários não tiverem o nível de motivação necessário para produzir produtos acabados que vão atender a esta demanda, então você certamente vai enfrentar um problema sério, que pode vir a ter conseqüências desastrosas para o seu negócio.

 

 

Os funcionários acabam assim por ser o maior trunfo da empresa e não importa o quão eficiente a sua tecnologia e os equipamentos são, pois estes não conseguem nem de longe competir com a eficácia e eficiência da sua equipa de trabalho.

Torna-se por isso fundamental ter em atenção os sinais de aviso de falta de motivação. Qualquer empresa ou organização que observe um declínio significativo da produtividade, alta rotatividade de funcionários ou que não consiga atingir os seus objetivos com sucesso poderá ter de reconsiderar o papel da motivação entre os seus funcionários. Baixa motivação pode desencadear uma variedade de eventos nocivos que afetam o desenvolvimento e sucesso da empresa, tanto  a curto como a longo prazo.

Funcionários desmotivados correm o risco de renunciar ao seus cargos, produzir e entregar produtos de má qualidade e até mesmo desmotivar outros funcionários, que acabam também eles por realizar as suas tarefas de forma menos eficiente.

 

 

Reduzir o risco de baixa motivação entre estes normalmente requer um plano estratégico e uma combinação de diferentes atividades e táticas que ajudam a melhorar o moral dos funcionários.

Empresas que investem tempo e recursos na melhoria do bem-estar e experiência de trabalho dos seus funcionários, certamente podem esperar um alto retorno dos seus investimentos, uma vez que os colaboradores tornam-se mais produtivos, mantém uma atitude positiva, comprometem-se com os seus papéis e deveres e mantém uma forte ética de trabalho .


3 comentários

  1. Nora

Deixe a sua resposta