Logística de entregas: exploração directa ou subcontratação

Para finalizar o tema que temos vindo a desenvolver nos dois últimos artigos acerca de logística de entregas, hoje vamos debruçar-nos sobre a importância de optar por uma exploração directa ou por uma subcontratação, de forma a conseguir um bom  planeamento e uma boa gestão do fluxo que assegura a transferência dos produtos acabados para os clientes finais.

Neste artigo vamos também falar de como definir a localização dos armazéns para a empresa, decisão que se deve centrar numa análise cuidada de custo versus serviço.

Como definir o local dos armazéns

Como já dissemos anteriormente esta decisão deve ter em conta alguns pormenores de grande relevância como o custo vs serviço. No entanto, há outras características a ter em conta que são igualmente relevantes para o planeamento da logística de entregas neste importante ponto. Destacamos alguns:

  • O armazém principal de um fabricante poderá estar localizado próximo da maior instalação produtiva,  de maneira a que toda a operação e comunicação entre ambos seja mais fácil e eficiente;
  • Possibilidade do armazém ou centro de distribuição ficar localizado não apenas junto dos clientes e pontos de venda actuais, mas também dos potenciais clientes que a empresa poderá conseguir angariar no futuro;
  • Ou por último, possibilidade de localizar o armazém ou centro de distribuição centralmente em relação a um mercado actual se a estratégia é a de assegurar a posição relativa da empresa nesse mercado e, pelo contrário, localizar centralmente em relação ao mercado potencial se a estratégia visar conquistar novos mercados.

Optar pela exploração directa ou subcontratação

Outra importante e fundamental decisão que irá precisar de tomar quando estiver a planear  a logística de entregas é se deve optar por uma subcontratação ou uma exploração directa das actividades de armazenagem e transporte. Para o ajudar nesta importante escolha mostramos-lhe as principais vantagens em ambas as situações:

Subcontratação

Vantagens:

  • Uma das principais vantagens da subcontratação é que poderá investir mais dinheiro no seu negócio principal, em detrimento de ter de repartir o investimento também na área de suporte de entregas;
  • Possibilidade de mais flexibilidade operacional;
  • Os riscos são partilhados entre subcontratante e prestador de serviços;
  • Existe uma maior eficiência de custos do prestador de serviço;
  • Em alturas em que existe maior procura do produto a subcontratação garante melhor adaptação;
  • A própria complexidade na gestão de entregas e programação de rotas é menor;
  • Melhoria dos níveis de serviço;
  • Por fim, com a subcontratação pode ainda aproveitar o conhecimento e serviços de especialistas externos em logística.

Exploração directa

Vantagens:

  • A exploração directa vai permitir ter um maior controlo, assim como a própria monitorização dos custos;
  • Vai também permitir-lhe ter um maior controlo e poder de decisão sobre toda a cadeira logística da empresa;
  • E por fim, dá-lhe uma enorme vantagem em termos de relação com o próprio cliente final, saindo esta mais fortalecida.

Deixe a sua resposta