Logística de entregas: características do produto, clientes e empresa

No seguimento do nosso último artigo acerca da logística de entregas, hoje vamos continuar a debruçar-nos sobre este tema, mas prestando especial atenção ao  planeamento que é feito para conseguir uma boa gestão do fluxo que assegura a transferência dos produtos acabados para os clientes finais.

Entre os diversos e importantes passos por que uma empresa tem de passar para conseguir garantir uma boa logística de entregas, um dos mais importantes é avaliar e analisar as características dos clientes, do produto produzido e também as características próprias da empresa.

Neste artigo vamos, por isso,  mostrar-lhe o que é fundamental que a sua empresa tenha em conta para tomar as melhores decisões relativas à definição de uma logística de entregas.

Características dos clientes

Em primeiro lugar é preciso que saiba as características de quem está a comprar os seus produtos, pois nem todos os clientes são iguais.

Algumas características específicas podem mesmo fazer toda a diferença na configuração da logística de entregas. Mostramos-lhe as que apresentam maior relevância nestas situações: o local de destino do produto;  o acesso aos pontos de entrega;  restrições em relação à data em que a entrega pode ser feita, assim como o horário disponível para esta ser feita; o tamanho e volume da encomenda; conhecimento do produto (para reduzir as ineficiência nas operações de carga e descarga); a necessidade ou não de ter o apoio de equipamento mecânico para conseguir manusear o produto; condições de venda, assim como o serviço pós-venda  e a respectiva assistência.

Características do produto

Outro factor importante e que faz toda a diferença na altura de planear a logística de entregas são as características do produto. Os seguintes pontos são, por isso, fundamentais: o peso do produto, assim como a sua forma e o próprio volume; as condições de conservação do produtos e também o tempo que levam à sua possível deterioração; o perigo do seu transporte ( certamente que um produto tóxico vai exigir um plano de entrega mais cuidado e distinto de um produto que não apresente esta perigosidade) e por fim, o valor do produto em si.

Características da empresa

Quanto ao fabricante ou distribuidor, deverão ser considerados os seguintes factores: Política de nível de serviço; Política de tempos de entrega; Vendas territoriais; Localização de armazéns e centros de distribuição; Localização de instalações fabris; Políticas financeiras e também a performance da concorrência.

 

Estes são alguns dos passos mais importantes que deve seguir para implementar uma logística de entregas eficaz. Lembre-se que este plano deve estar adequado às diversas características dos clientes, produto e da própria empresa.

Implementar um plano de logística de entregas eficiente vai-lhe garantir assegurar um aumento da qualidade do serviço, reduzindo também os tempos de ciclo das encomendas e proporcionando uma resposta mais rápida, o que por conseguinte poderá coloca-lo numa posição de vantagem face a outros concorrentes.


1 comentário

Deixe a sua resposta