Como escolher o melhor software de gestão

Em qualquer tipo de empresa que se encontre oficialmente aberta nos dias de hoje, um software de gestão vai ter a função de um verdadeiro centro de operações, tendo na sua constituição um importante núcleo e um esquema completamente funcional da organização administrativa.

Quase todos nós já sabemos que o mercado dos sistemas de gestão integrados estão atualmente a passar, isto aconteceu especialmente ao longo dos últimos dois anos, principalmente através de um desenvolvido processo de personalização a diversos tipos de negócios e nichos (temas) dentro do mercado.

Há alguns anos atrás, era uma técnica muito comum e habitual realizar a implementação de vários softwares genéricos (que não se encontravam diretamente direcionais aos negócios e indústrias específicas), ainda que a estrutura de uma empresa não fosse diretamente compatível com todos os processos que eram oficialmente delineados pelo software que foi comprado. Na maioria das vezes, uma grande quantidade de empresas tentavam sempre adaptar-se totalmente ao software que foi comprado, criado ou retirando todas as áreas e processos. Esse tal movimento foi realmente muito positivo durante um certo período de tempo. Isto acontece porque esses tais softwares tinham como função principal trazer aquilo que denominavam por ser as ‘’melhores práticas de mercado’’, que acaba por ser um verdadeiro fruto de benchmarking e análise dos negócios dos clientes vindos a partir das empresas que o desenvolviam, ou seja, as empresas desenvolvedoras.

Se tivermos em conta o outro lado, uma corrente de mercado começou a questionar-se sobre qual seria a verdadeira e valiosa vantagem competitiva, frente à concorrência, se todos os players tomassem a decisão de adotar uma série de processos bastante semelhantes. Para além disso, adaptar um software de terceiros tinha um impacto muito negativo dentro da manutenção da cultura organizacional que, na maioria dos casos, era verdadeiramente considerada um ativo gerador dentro da diferenciação competitiva.

Não haja qualquer dúvida que estas mesmas percepções dos clientes, bem como o simples acirramento do ambiente competitivo entre os fornecedores de soluções, teve toda a capacidade para conseguir levar uma enorme parte das empresas desenvolvedoras a começar a oferecer soluções personalizáveis aos negócios e softwares específicos para certos e determinados negócios.

Ao realizar a escolha do software de gestão ideal para o seu caso, deverá sempre ter a função de avaliar perfeitamente se a desenvolvedora realmente tem na sua constituição um sistema customizado para o seu negócio em questão, se a solução é personalizável e escalável. Para além disso, é de extrema importância sempre verificar qual é o conhecimento da empresa desenvolvedora sobre as variadas particularidades da sua área de atuação, que acabam por ser verdadeiros sistemas desenvolvidos por empresas que não têm na sua constituição analistas especializados nesta área de negócios e verticais que costumam ser muito genéricos, o que certamente vai dificultar bastante a operações quotidiana das empresas usuárias.


Deixe a sua resposta