Boas estratégias para se destacar da concorrência

Muitas empresas falham nos primeiros anos da sua existência, sendo um dos principais motivos atribuídos para esse fracasso a sua incapacidade para vencer a competição. Nos dias de hoje, é necessário adotar novas e eficazes estratégias que vão permitir à empresa destacar-se dos restantes concorrentes e vencê-los na área de mercado em que se opera.

Ganhar vantagem competitiva no mercado de negócios é um objetivo estratégico importante.  As empresas têm, por isso, que desenvolver novos métodos e estratégias para terem um sucesso sustentado nos negócios.

Liderança pelo custo

A liderança no custo corresponde a uma estratégia em que a empresa procura tornar-se no produtor com mais baixos custos no seu sector de actividade. Esta estratégia exige a construção agressiva de novas instalações com equipamentos eficientes, uma grande perseguição na redução dos custos através de funcionários qualificados, um controlo rígido nas despesas gerais e administrativas, e a minimização nos investimentos.

No mundo dos negócios, podemos considerá-la como uma estratégia de “guerra de preços”. No entanto, esta estratégia de liderança no custo é muito mais do que simplesmente roubar clientes à concorrência através de preços mais competitivos. Na realidade, o verdadeiro objectivo desta estratégia é atrair clientes através de baixos preços, obtendo mesmo assim algum lucro, ficando desta forma a empresa em vantagem em relação aos seus concorrentes.

Desenvolvimento de novos produtos

O lançamento de um novo produto é um projecto entusiasmante e intimidante para muitas empresas. Uma percentagem elevada de novos produtos lançados no mercado não é bem sucedida. Por outro lado, conseguir chegar até aos consumidores no mercado saturado de hoje  pode ser uma tarefa muito complexa.

A inovação é a força motriz por detrás do crescimento e sucesso de qualquer empresa. É ela que leva ao desenvolvimento de novos produtos que, por sua vez, acabam por levar a empresa a destacar-se dos seus concorrentes. Dependendo do tipo de novos produtos que são desenvolvidos, esta estratégia pode até expor a empresa a um novo mercado consumidor, alargando assim a sua base de clientes e potenciais investidores.

Lembre-se que quanto mais produtos uma empresa oferecer, aumenta também a oportunidade de atrair novos clientes, especialmente quando estes são inovadores e exclusivos.

Alianças estratégicas

As alianças estratégicas permitem que as empresas possam expandir e desenvolver as suas actividades, quer celebrando acordos de subcontratação ou optando por uma decisão mais drástica de fusões e/ou aquisições.

Na realidade, nada mais é que uma ligação baseada na igualdade e na partilha de competências e que visa criar uma relação de confiança que obedece a uma estratégia comum. Este tipo de estratégia de negócios é uma excelente opção para as pequenas e médias empresas, que precisam de se afirmar no mercado ou que lutam contra uma concorrência demasiado forte.

As empresas têm que definir alguns pontos como: o que é que pretendem com a aliança; definir os recursos que vão ser utilizados na parceria; preencher determinadas lacunas na capacidade de produção; entre outros. Estes provavelmente irão alterar-se consoante a evolução do ciclo de vida e da estratégia levada a cabo pelos negócios.


Deixe a sua resposta