Vantagens e desvantagens de contratar uma consultora

O mercado tem-se tornado cada vez mais competitivo ao longo dos últimos anos. Realmente, uma grande quantidade de empresas bastante fortes têm sido abertas.

Nos dias de hoje, as empresas tentam procurar uma consultoria com o objetivo de receber em troca um determinado diagnóstico, uma orientação ou até dicas para melhorar e adicionar valor ao produto que produzem, ou até ao comportamento.  Em suma, visa a eficácia, porque vai pressupor que a consultora possui uma visão bastante mais ampla, já que tem todas as capacidades para atender e ajudar uma grande quantidade de pessoas e clientes, podendo até indicar as melhores dicas e práticas ou até benchmarking, o que requer uma consultoria completamente especializada e atualizada na área onde consegue ajudar.

Portanto, é sempre uma grande vantagem conseguir criar uma excelente relação de pura e vantajosa confiança e credibilidade entre as duas partes. Se o cliente realmente não estiver de qualquer forma aberto ao feedback e a consultoria não possuir uma competência necessária para conseguir promover essa tal abertura, contratar uma consultora acaba por ser uma enorme desvantagem, pois vai acabar por provocar dores de cabeça e a perca de dinheiro.

Por outro lado, uma das maiores vantagens de contratar uma consultora é possuir alguém totalmente neutro, isento e que possui uma diversa série de instrumentos e conhecimentos que o cliente realmente pode precisar e que está disposto a pagar. O comportamento ético da consultora é um dos pontos chaves para conseguir aproveitar a sua real vantagem.

Uma das questões principais que as empresas têm é se deve contratar-se uma empresa de consultoria ou uma consultora especializada? Esta é uma decisão extremamente relativa. Às vezes quando se contrata uma empresa de consultoria, o cliente tinha o desejo de possuir um consultor específico, porque o seu conhecimento e toda a sua informação relaciona-se diretamente com o consultor e não com a empresa que realiza os serviços de consultoria.

Na nossa opinião, acreditamos plenamente que a escolha está mais em função do produto a ser contratado do que se é uma pessoa física. Por exemplo, numa empresa de consultoria, existem vários consultores que podem partilhar os seus conhecimentos, o que certamente acaba por ser uma vantagem bastante significativa, mas também poderá ser uma desvantagem bastante grande se a consultoria não tiver um modelo de gestão que consiga priorizar o cliente e um consultor específico que lidere todas as ações que ocorrem naquele cliente por outros consultores.


Deixe a sua resposta