Técnicas para criar Propaganda

Existem várias técnicas que são utilizadas para criar mensagens persuasivas, porém falsas. Muitas dessas técnicas podem ser baseadas em falácias, porque os publicitários usam argumentos que, embora às vezes convincentes, não são necessariamente válidos.

Foi dedicado algum tempo à analise dos meios pelos quais as mensagens de propaganda são transmitidas, e este trabalho é importante, mas é claro que as estratégias de disseminação da informação só se tornam estratégias de propaganda quando combinadas com mensagens propagandísticas. Identificar estas mensagens de propaganda é um pré-requisito necessário para estudar os métodos utilizados para divulgação destas mensagens. Assim, é essencial ter algum conhecimento das seguintes técnicas de criação de propaganda:

Ad nauseam

Repetição Incansável (repetição ou nauseating). Uma ideia repetida vezes suficientes torna-se verdade. Esta técnica funciona melhor quando o acesso à média é controlado pelo anunciante.

Apelo à autoridade

É uma citação de figuras importantes para apoiar um posicionamento, ideia, argumento ou curso de acção.

Apelo ao medo

Busca apoio para uma causa, ideia ou pessoa, instigando o medo entre a população em geral. Por exemplo, Joseph Goebbels explorou o livro Os alemães estão morrendo, Theodore Kaufman, para dizer que os Aliados procuraram o extermínio do povo alemão e, assim, obtiveram o apoio do povo.

Bode expiatório

Atribuindo a culpa a um indivíduo ou grupo que não é realmente responsável, aliviando sentimentos de culpa de partes responsáveis ou desviando a atenção da necessidade de resolver um problema cuja culpa foi atribuída àquele que está a emitir a propaganda.

Desaprovação

Esta é a técnica usada para desaprovar uma acção ou ideia, sugerindo que ela é popular entre grupos odiados, temidos, ou em conflito com a plateia. Assim, se um grupo que apoia uma ideia for levado a crer que pessoas indesejáveis, subversivas ou conflituosas também a apoiam, os membros do grupo podem decidir mudar a sua posição.

Bandwagon

Bandwagon e vitória inevitável: tenta convencer o público a colaborar com uma acção “para a qual todos estão a colaborar” ou ” junte-se a nós”. Esta técnica aumenta o desejo natural das pessoas para estar no lado vencedor, pretende convencer a audiência de que um programa é a expressão de um movimento de massa irresistível e, que é do seu interesse juntar-se a ele. “Vitória inevitável” incita aqueles que ainda não se juntaram a um projecto a fazê-lo, pois a vitória é certa. Aqueles que aderiram sentem-se confortados com a ideia de que fizeram uma escolha adequada.

Estereótipos ou rotulagem

Esta técnica tem como objectivo incentivar a rejeição duma audiência, ‘rotulando’ o objecto da campanha de propaganda como algo que o público-alvo teme, não gosta, odeia, e considera indesejável.

Homem comum

O “homem comum” é uma tentativa de convencer a audiência, que os pontos de vista do anunciante reflectem o ‘senso comum’ das pessoas. É usado para obter a confiança do público, comunicando-se da maneira comum e no estilo da audiência. Os anunciantes usam linguagem e modos comuns (até mesmo roupas comuns, quando a propaganda é audiovisual), na tentativa de identificar os seus pontos de vista com os da ‘pessoa média’.

Palavras Virtuosas

Estas são palavras retiradas do sistema de valores do público-alvo, que tendem a produzir uma imagem positiva quando associadas a uma pessoa ou causa. Exemplos são: paz, felicidade, segurança, liderança, liberdade, etc.

Publicidade Enganosa

São maneiras de oferecer o que não tem, forçando o comprador ou o consumidor a comprar outro produto, a ideia é chamar a atenção e aumentar as vendas.

Racionalização

Indivíduos ou grupos podem usar afirmações genéricas, favoráveis para racionalizar e justificar actos e crenças questionáveis. Frases genéricas e agradáveis são frequentemente usadas para justificar essas acções ou crenças.

Slogan

Um slogan é uma frase curta de impacto que pode incluir rotulagem e estereótipos.

Termos de Efeito

Termos de efeito são palavras intensamente emocionais, tão intimamente associadas a conceitos e crenças muito valorizadas, que convencem sem a necessidade de informação ou motivo para as apoiar. Apelam a emoções, como o amor à pátria, lar, desejo de paz, liberdade, glória, honra, etc. Candidatar-se para aprovação sem exame da razão. Embora as palavras e frases sejam vagas e sugiram coisas diferentes a pessoas diferentes, a sua conotação é sempre favorável: “Os conceitos e programas de publicidade são sempre bons, desejáveis e virtuosos”.

Testemunho

Os depoimentos são citações, dentro ou fora do contexto, efectuadas especialmente para apoiar ou rejeitar uma ideia, acção, programa ou personalidade. Explora a reputação ou papel (especialista, figura pública respeitada, etc.) Um que for citado. O testemunho dá uma sanção oficial de uma pessoa ou autoridade respeitada à mensagem de propaganda. Isto é feito num esforço para fazer com que o público se identifique com a autoridade ou aceite a opinião da autoridade como sua própria.

Transferência

Esta é a técnica de projectar qualidades positivas ou negativas (elogios ou censuras) de uma pessoa, entidade, objecto ou valor (um indivíduo, grupo, organização, nação, raça, etc.) para outra pessoa para a desacreditar. Esta técnica é geralmente usada para transferir culpa de um partido para outro. Evoca uma resposta emocional, que estimula o público a identificar-se com autoridades reconhecidas.

Imprecisão intencional

Imprecisão deliberada, de tal forma vaga que a audiência a pode interpretar livremente. A intenção é movimentar o público através do uso de frases indefinidas, sem analisar a sua validade.

Métodos de transmissão de anúncios

Métodos usuais para transmitir mensagens de propaganda incluem noticiários, comunicações oficiais, revistas, anúncios, livros, folhetos, filmes de propaganda, rádio, televisão e cartazes, que dizem respeito ao produto / serviço oferecido e as suas características e benefícios. No caso da divulgação de uma ideia ou conceito o meio utilizado deve corresponder ao público-alvo da campanha e seguir a linha de pensamento do seu criador, a fim de incutir no público o interesse de aderência à ideia / conceito. Com o advento da Internet comercial no final de 1995 no Brasil, um novo espaço tomou forma na média on-line. Inicialmente sob a forma de banners, em seguida, com sites, hot sites, e recentemente com diversas características dos meios de comunicação social, novos métodos têm tido grande sucesso na transmissão de mensagens publicitárias.


Deixe a sua resposta