Pontos negativos que você deve evitar a todo o custo na entrevista de emprego!

Uma entrevista de emprego é a decisiva etapa quando se procura emprego e é por isso que todos nós a poderemos temer.

Mas com boa preparação e honestidade, nada há a temer.

Segue-se uma lista de alguns pontos negativos numa uma entrevista de emprego a deve estar bem atento.

Confira!

Entrevista de emprego

Na opinião de especialistas não existem respostas pré-prontas para as perguntas com que uma pessoa se vai deparar, pois isso vai depender do que uma empresa procura no profissional que pretende recrutar. Isto inclui características não só técnicas, mas também, e principalmente, comportamentais.

São várias as questões que pretendem desvendar a personalidade de um modo demasiado forçado e vários especialistas são da opinião que muita gente vai a entrevistas com respostas já preparadas, por forma a falar do que o recrutador vai querer falar, o que vai acabar por tirar a muitos a oportunidade por mais capacidades que tenham para a função em causa, apenas porque acabam por revelar falta de jogo de cintura para respostas prontas.

Muitos poderão achar um ponto negativo o motivo de saída do último emprego, mas aqui não há qualquer necessidade de mentir, sendo que poderá mencionar (mas sem grande aprofundamento) um eventual problema com o chefe. Se, por outro lado, se tratar do caso em que pretende sair da empresa onde está ainda, refira que não está a aprender nada de novo na função e que pretende assumir mais responsabilidades com vista a ter mais oportunidades de crescimento.

Não há que temer a verdade. Vá deixando exemplos para poder reforçar ações que esteja a tomar e para melhorar os seus pontos fracos. Por exemplo, caso não domine o inglês, diga que está a tirar um curso ou que se está a aperfeiçoar na área de vendas com um curso de gestão comercial. Outro exemplo: se citar a sua impaciência como ponto fraco, conte uma situação em que isso ocorreu, os impactos causados, o que fez para ter consciência dessa sua fragilidade e o que está a fazer para melhorar.

Deve ser sucinto e direto, pois tudo o que contar poderá ser tido em conta de forma negativa. Contudo, não lhe valerá de nada esconder uma deficiência que mais cedo ou mais tarde irá surgir.

Mas para quem acha que ser perfecionista ou muito sincero são defeitos, engane-se. Pelo contrário, dificuldade com trabalho em equipa, inflexibilidade ou mau humor já o serão. Todos temos defeitos mas é o modo como lidamos com eles que faz a diferença.

Recorde-se que clichés não funcionam. Não tema a questão acerca do motivo para deixar o seu atual emprego, pois pretende, isso sim, mudar de rumo por insatisfação. Procura novas oportunidades de crescimento e/ou desenvolvimento pessoal bem como profissional.


1 comentário

Deixe a sua resposta