Independência Financeira: Capacidade Vs Acção

Existe um espaço muito grande entre capacidade e acção no mundo em que vivemos. Existem milhões de pessoas por aí fora que são capazes de fazer coisas incríveis. Elas até podem ter as qualificações académicas certas e até ter alguma experiência.

Mas depois as pessoas não usam correctamente o seu talento.

Pense sobre algo que você pode ensinar muito bem, mas que não coloca isso em prática.

Vamos ver um exemplo:

Um professor faz trabalho de secretária porque, de acordo com a sua opinião, é uma aposta segura. Mas, esse trabalho de secretária não o vai levar muito longe porque ele ou ela não gostam de fazer isso. Contudo, se esta pessoa tivesse dado um passo maior e estivesse a dar aulas – superando as suas limitações, tal como medo de falar em público, seria muito provável que ele ou ela estaria hoje numa situação financeira estável e com capacidades maiores.

Todos nós temos diversos talentos, mas falhamos em descobri-los, e mesmo que o descobrimos, falhamos em usá-los. J.K.Rowling nunca se tornaria numa multimilionária se ela tivesse desistido da sua tendência para escrever e procurasse um emprego “seguro” como a maior parte das pessoas o faz.

Imagine Michael Schumacher or Zinedine Zidane com um talento imenso, desperdiçado num emprego de escritório.

Pense no que Barack Obama teria sido se não tivesse agido para implementar o seu potencial imenso de liderança e carisma para governar a nação mais desenvolvida do mundo.

A única coisa que temos que considerar é que não é suficiente ser somente capaz. Não é suficiente ser capaz de nadar, cozinhar, dançar, escrever, saltar ou seja o que for. Se você quer ser capacitado financeiramente, você tem que usar estas habilidades que estão dentro de si e espantar as pessoas à sua volta.

Só nessa altura é que você irá começar a dar passos na direção das suas verdadeiras capacidades.


Deixe a sua resposta